Árvores e Mudas

Pessegueiro


Descrição

Nome científico: Prunus persica

O pessegueiro é uma árvore decídua, nativa da China e sul da Ásia, de folhas alternas e serreadas, flores roxas e drupas pubescentes, comestíveis e com propriedades aperitivas e digestivas. Possui inúmeras variedades hortícolas. A infusão das folhas e sementes é calmante e as flores são usualmente utilizadas como laxante suave.

O pêssego foi trazido da Índia e do Oriente Médio na Antiguidade. O cultivo do pessegueiro também veio da China, passando pela Pérsia (Irã), e alcançou a Grécia por volta do ano 300 A.C. Alexandre, o Grande, introduziu a fruta na Europa após conquistar os persas. Os pêssegos já eram bem conhecidos pelos romanos no primeiro século antes de Cristo, sendo largamente cultivados na região da Emília-Romanha. O pessegueiro é retratado nos afrescos das casas (domus) das cidades destruídas pela erupção do Versúvio de 79, sendo a mais antiga representação artística de pêssegos, até agora descoberta, encontrada em dois fragmentos de afrescos datados do primeiro século depois de Cristo, da cidade de Herculano, atualmente preservados no Museu Arqueológico Nacional de Nápoles.

A espécie foi trazida para as Américas por exploradores espanhóis no século 16, e eventualmente chegou à Inglaterra e à França no século 17, quando era considerada uma fruta cara e apreciada. O horticultor George Minifie supostamente teria levado pessegueiros da Inglaterra para as colônias norte-americanas no início do século 17.

 

Categoria: Frutíferas
  • Share
  • Árvores Plantadas
  • Hectares Reflorestados
  • Toneladas de CO2 neutralizados
  • Desastres Ambientais Evitados